Receba por email

Assine nossa newsletter e receba em primeira mão as novidades do blog.

20 de Outubro de 2017

Influenciadores Digitais: Como escolher o ideal para a minha marca?

O meio digital apresenta cada vez mais ferramentas e soluções para aproximar as marcas de seus consumidores. Além das estratégias com mídia online e conteúdo, uma outra solução vem chamando a atenção e trazendo excelentes resultados, os influenciadores digitais.

Nascidos por meio da popularização das redes sociais, em sua grande maioria são pessoas normais, mas que criam conteúdo original e altamente relevante na internet, possuindo seguidores fiéis e engajados.

Mas em meio a tantos influenciadores digitais, como é possível definir o mais ideal para a sua marca, visando um resultado real e palpável?

É pensando nisso que escrevemos este artigo, para tirar suas dúvidas e ajudar você a não errar no momento de escolher alguém para representar a sua marca. Preparado?

Escolha alguém que fale de maneira natural com o seu público!

Apesar de parecer óbvio, este é um erro que muitas marcas cometem por não terem um público-alvo bem definido e buscarem atingir o maior número de consumidores, sem levar em consideração suas preferências e interesses.

Dessa forma, coloque em foco a persona da sua marca, ou seja, o seu consumidor ideal. Busque responder qual o seu gênero, idade, onde trabalha, quais seus objetivos pessoais, seus maiores medo, entre outras perguntas que achar relevante.

A partir disso, se torna mais fácil começar a traçar o perfil do influenciador ideal, aquele que já fala diretamente com o seu público. Isso é importante pois, ao anunciar a sua marca, a mensagem publicitária passa a ser vista com mais naturalidade aos olhos da audiência, aumentando as suas chances de conversão.

Você lembra do Ki-Suco, aquele pacotinho de suco solúvel que rendia (ou pelos menos anunciava render) cerca de 2 litros, nos anos 2000? A equipe de marketing da marca buscou um influenciador que falasse com o seu público para divulgar a nova embalagem e os novos sabores. O YouTuber Whindersson Nunes foi o escolhido, mesclando a mensagem publicitária com o conteúdo que costuma criar. Confira abaixo:

Números contam, mas não devem ser fator de decisão!

Apesar da grande exposição, influenciadores digitais com milhões de seguidores, como o caso do Whindersson, nem sempre estão ao alcance de marcas menores ou que estão em processo de desenvolvimento.

Uma pesquisa realizada pela Markely, agência de marketing americana que trabalha conectando marcas a seus influenciadores ideias, mostra que influenciadores com menos de 100 mil seguidores são mais efetivos, aumentando a taxa de alcance e engajamento das publicações.

Além disso, esses perfis menores, chamados de micro-influenciadores, possuem outras vantagens, como uma maior proximidade com o seu público, facilidade de negociação e alto potencial de conversão, tornando cada vez mais positivo o seu retorno sobre o investimento.

Sendo assim, antes de escolher qualquer influenciador pelo número de seguidores, analise o engajamento de suas postagens, leia os comentários e fique de olho nas suas atividades recentes.

Lembre-se: o marketing de influenciadores só funciona quando eles são vistos como colegas pelo público!

Conheça as métricas dos influenciadores digitais antes de fechar a ação! 

Da mesma forma que o setor de mídia de uma emissora de tv, rádio ou jornal, os influenciadores também devem possuir informações sobre quantas pessoas conseguem alcançar, quem são essas pessoas (dados demográficos) e sua taxa de engajamento.

Afinal, apesar de ser uma maneira diferente de anunciar, trabalhar com influenciadores também faz parte de uma estratégia, não é mesmo?

Quando você escolher o influenciador ideal e fizer o primeiro contato, não deixe de solicitar essas informações.

Influenciadores com mais tempo e experiência de mercado possuem até mesmo uma apresentação de mídia kit bem detalhada.

Ao analisar, fique de olho no número de seguidores, audiência e informações demográficas.

O exemplo abaixo é do escritor, YouTuber e também influenciador Frederico Elboni, do blog Entenda os Homens. Você pode ver ele na íntegra clicando aqui!

Esteja preparado para uma grande exposição! 

Depois escolher seu influenciador digital ideal e colocar no ar a primeira ação, é preciso estar preparado para lidar com a exposição que isso proporciona. Parece incoerente, mas se você não tiver alguém disponível no SAC das suas redes sociais para responder comentários de maneira rápida e atenciosa, uma parte do seu esforço não vai ter valido a pena.

Caso a ação tenha como objetivo levar os consumidores para o seu site, tenha certeza que o servidor onde o mesmo está hospedado suporta o grande número de acessos. Afinal, se você deseja vender é preciso que  seu site esteja disponível.

Espero ter ajudado você a entender os principais pontos a serem levados em consideração no momento da escolha do influenciador digital da sua marca.

Ficou com dúvidas? Tem sugestões? Precisa de ajuda? Comente aqui embaixo.

Não esqueça de avaliar este post  e até a próxima!

Joelson Schmitt

Analista de Mídia Online

[email protected]

Influenciadores Digitais: Como escolher o ideal para a minha marca?
5 (100%) 6 votes

Autor

Joelson Schmitt

Compartilhe

Facebook Twitter linkedin