Receba por email

Assine nossa newsletter e receba em primeira mão as novidades do blog.

03 de Dezembro de 2019

Branding: você sabe o que é e como fazer funcionar no seu negócio?

Você talvez já tenha ouvido falar do termo branding, mas geralmente as pessoas que mais se aprofundam no tema são ligadas às áreas de comunicação e afins, por isso hoje nós vamos te contar tudinho (ou quase) sobre ele.

Em suma, branding pode ser definido como um conjunto de atividades destinadas à gestão de uma marca, e elas atuam desde a criação e continuam ao longo de todo o desenvolvimento do negócio. 

Englobando diversas ações relacionadas ao propósito da marca, valores e posicionamento, ele ainda atua gerando uma conexão com o público-alvo e, consequentemente, o influenciando nas decisões de compra. 

A construção do branding é essencial para o seu negócio, pois permite que o produto ou serviço oferecido pela sua marca se torne conhecido no mercado e principalmente pelo público-alvo, agregando a ele valor simbólico e econômico. 

Mas, onde o branding atua e como executá-lo no seu negócio? 

Antes de tudo, você precisa saber que para ser bom e eficiente, o branding da sua marca precisa ser construído a partir de estratégias muito bem planejadas, por isso, fique atento a algumas dicas e faça com que o seu negócio seja o protagonista do seu segmento: 

1. A construção da marca: 

Um planejamento completo para a construção ou reformulação da sua marca é extremamente importante e obrigatório, afinal esse é o primeiro passo para você se lançar no mercado, já que nessa construção existe uma reunião de tudo aquilo que a marca precisa e do que buscará transmitir ao seu público. 

Dentro dessa construção de marca você vai se deparar com: 

  • A criação de uma identidade visual: cores, logo (elemento gráfico que representa a marca), tipografia e manual da marca (formas de aplicação da logo). 
  • O posicionamento que ela adotará no mercado: valores, tom de voz, linguagem, canais e conteúdo. 

Setar ainda as duas vertentes para que andem lado a lado é essencial para gerar um DNA conciso, garantindo a entrega da mensagem. 

2. O ponto de vendas: 

O PDV (ou ponto de venda) é um dos locais que o consumidor tem contato com o produto/serviço, mas não é necessário ter uma loja própria, nem um ambiente físico.  

Esse contato pode ser feito até mesmo através de um site, desde que esteja organizado, atrativo e de acordo com a sua identidade visual. A partir disso, a conexão com o cliente é facilitada e você se aproxima do seu público-alvo. 

3. Marketing de conteúdo: 

Existem diversas estratégias de marketing, mas hoje, uma das mais assertivas e enriquecedoras para o branding da marca com certeza é o marketing de conteúdo. Isso porque, a oferta de conteúdo agrega valor, envolve o público, constrói uma imagem positiva e faz com que a marca seja autoridade em determinado assunto. 

E ele ainda oferece uma infinidade de canais: o marketing de conteúdo pode ser aplicado nas redes sociais, blogs, e-books, infográficos e afins, mas sempre considerando a persona para a qual ele será direcionado. 

4. Redes sociais: 

As redes sociais têm grande potencial de engajamento, pois é lá que a maioria das pessoas compartilham e comentam o que pensam a respeito de uma marca. Além disso, todas as estratégias anteriores podem ser aplicadas nas redes sociais, como por exemplo: utilizar-se de publicações que reforçam seu posicionamento, entregar conteúdo de valor e principalmente interagir e se fazer presente no dia a dia do seu público.

5. Marketing promocional: 

Os famigerados “mimos” fazem toda a diferença para o seu consumidor, e por isso é vantajoso investir em ações de marketing promocional. 

Esses “presentinhos” passam a ideia de que você se preocupa com o cliente e que quer agradá-lo. Mas, o que oferecer? Algumas ideias como distribuição de brindes, degustação do produto, envio de amostra grátis, cupons de desconto, programas de fidelidade, concursos culturais e afins podem funcionar bem. 

6. Marketing de experiência: 

No Branding, a conexão entre marca e consumidor é muito importante, por isso o marketing de experiência é amplamente utilizado. 

O marketing de experiência (como o próprio nome já diz) mexe com os sentidos do consumidor, fazendo com que ele fixe o nome da sua marca de maneira mais rápida e fácil. O famoso test drive das concessionárias é um ótimo exemplo disso! 

Essa é uma excelente oportunidade de mostrar ao seu futuro e já consumidor qual é a sensação de comprar o seu produto/serviço, garantindo maior segurança e confiabilidade. 

7. Endomarketing: 

Focar no seu cliente é extremamente importante, mas ter foco no seu colaborador também! Afinal, tudo aquilo que você transmite ao seu consumidor precisa ser vivenciado – e comprovado – dentro do seu negócio. 

É preciso se identificar com aquilo que deseja transmitir, e vivenciar algo completamente diferente do que prega atrapalha as estratégias de posicionamento, indo contra os princípios do branding. Então, fique de olho para que aquilo que você deseja passar ao seu consumidor e aquilo que você vive todos os dias interajam ao mesmo favor. 

Viu só como os princípios do branding fazem toda a diferença no sucesso da sua marca? E pode até parecer muita coisa ou até mesmo complicado demais para ser colocado em prática, mas essas estratégias já estão sendo amplamente utilizadas por grandes marcas há muito tempo. 

Quer um exemplo? Por acaso, você já associou felicidade à Coca-Cola, ou ainda viu um post com a cor roxa enquanto rolava pelo Instagram e associou a algum conteúdo do Nubank? Então, você foi impactado pelas estratégias do branding dessas marcas! 

Esse tipo de estratégia não foi construída da noite para o dia, e tão pouco é apenas para as grandes marcas. Mas, você precisa entender que tudo isso faz parte de um processo um tanto quanto complexo, que visa resultados duradouros e não imediatos. Que tal inovar o seu negócio e utilizar o branding como estratégia de crescimento? 

Lais Bellmax

Marketing

[email protected]

Branding: você sabe o que é e como fazer funcionar no seu negócio?
Vote para esse post!

Autor

Lais Bellmax

Compartilhe

Facebook Twitter linkedin