Ir para o Topo

Arpina Digital

4 P’s do Mix de Marketing: Ainda é relevante?

Os 4 P’s do Marketing, também amplamente conhecidos como Mix de Marketing, representam os 4 pilares básicos de qualquer estratégia de marketing. Eles representam o produto, o preço, a praça e a promoção.

  • Produto: é tudo aquilo que é oferecido aos clientes, independentemente se o que você vende é um serviço;
  • Preço: não é apenas quanto custa, mas também a proposta de valor e o posicionamento da sua marca, perante os clientes e a concorrência;
  • Praça: trata-se da distribuição do seu produto ou serviço;
  • Promoção: a forma com a qual você escolheu divulgar.

Esse conceito foi criado há muito tempo, mais especificamente em 1960, pelo professor Jerome McCarthy, e propagado por Philip Kotler, conhecido como o pai do marketing. E é sobre a seguinte dúvida que nós vamos falar hoje: os 4 P’s do Marketing ainda são relevantes?

É obvio que de 1960 para cá, muita coisa mudou – no marketing e em todo o mundo – mas, ainda assim, os 4 P’s do marketing continuam sendo aplicáveis e utilizados para a elaboração de uma boa estratégia de marketing.

Mas, primeiramente o que é marketing?

Fazer marketing, como é dito constantemente, é a arte de agregar todas as características de maneira estratégica, ao ponto de que seja adquirido pelo consumidor. E é nesse momento que os 4 P’s se fazem presentes. 

Para você entender melhor sobre o Mix de Marketing e começar a montar a sua estratégia agora, acompanhe abaixo! 

P de Produto: É necessário ter produto ou serviço bem delimitado, para que a sua equipe possa entender e definir quais são os atributos e as características ofertadas. Para facilitar mais ainda, veja algumas perguntas que você precisa responder:

  • Quais são as necessidades e/ou desejos do seu cliente que seu produto/serviço deve satisfazer?
  • Como, quando e onde o cliente vai utilizá-lo?
  • Existem outras cores, tamanhos e estilos disponíveis?
  • Qual é o nome?
  • Qual é a marca?
  • Como ele se diferencia dos outros produtos e serviços já existentes no mercado?

Além disso, é necessário compreender o ciclo de vida do seu produto, tendo em vista a introdução (no mercado), crescimento, maturidade e até mesmo o declínio. Visualizando o ciclo de vida, ficará mais fácil entender qual é o momento certo e, com isso, quais as melhores estratégias no futuro.

P de Preço: O preço é bastante importante e é capaz de indicar qual será o futuro da sua empresa, já que é a partir da circulação de dinheiro que será possível manter os negócios de pé e, também, investir e tirar o seu merecido lucro.

Para compreender pelo do que se trata esse pilar, novamente, algumas perguntas precisam ser respondidas:

  • Qual é o valor do seu produto ou serviço para o comprador?
  • Qual é o comportamento do cliente em relação ao preço? Quanto ele está disposto a pagar pelo que você oferece? Qual é o limite de preço?
  • Existe a necessidade de criar ações de preço específicas para segmentos de público (pessoas jurídicas, clientes fiéis)?
  • Como seu preço se compara ao de seus concorrentes?

Fique ligado, pois o preço estará intimamente atrelado ao produto, mas também à percepção da marca pelo seu público.

P de Praça: Esse pilar pode parecer complicado por ser bastante amplo, visto que se trata na verdade da distribuição e não apenas de um lugar em específico. Ou seja, está atrelado em como o produto é distribuído no mercado e como o cliente chega até ele. Então, entram os pontos de venda, canais de distribuição, sites e etc.

Por isso, para saber onde o seu produto deve estar para que o seu público possa adquiri-lo, essas perguntas são essenciais, porque a partir das respostas vinculadas com os outros pilares, será muito mais fácil definir onde e como:

  • Onde seu público costuma procurar pelos seus produtos e serviços?
  • No caso de estabelecimentos físicos (pontos de venda), quais são os tipos específicos?
  • No caso de estabelecimentos virtuais e online, quais são (e-commerce, catálogo, redes sociais)?
  • Como a sua empresa pode acessar os melhores e mais efetivos canais de distribuição?

P de Promoção: Espera, não é de sales ou descontos que estamos falando. O P de Promoção está ligado na forma de promover sua marca e suas solução, fazendo sua mensagem chegar aos ouvidos do seu público.

Utilizando-se da publicidade – atrelada ao marketing, claro – você transforma a sua empresa e permite que ela seja reconhecida no mercado. E então, entram essas perguntinhas: 

  • Quando e onde você pode passar, de forma efetiva, as mensagens de marketing do seu negócio para o seu público-alvo?
  • Quais são os melhores canais (TV, rádio, internet, impressos) e ações de relações públicas para apresentar as suas soluções para possíveis clientes?
  • Seu mercado é sazonal (ovos de Páscoa, árvores de Natal)? Qual, então, deve ser o calendário para poder aproveitar as chances de aumentar as vendas e promoções?
  • Como os seus competidores fazem a promoção de seus produtos e serviços? Qual é a influência deles sobre as suas ações?

Essas perguntas te ajudam a direcionar os esforços para o local correto! 

Então o mix de marketing ainda é relevante?

Sim! Pois, ele servirá como um sistema norteador, que indicará os passos que você deve dar. Ele ajuda a definir não apenas como vender mais, mas também a maneira de ser mais assertiva na conquista e manutenção desses clientes.

O conjunto desses P’s vai se alterando e se ajustando a cada situação, para que os clientes e do seu negócio possam se beneficiar também. Bora investir de maneira correta?

Open chat